Muitos acreditam que a profissão mais antiga do mundo, eram “as mulheres que vendiam prazer”. Opa, só um minuto, se vendiam prazer, eram vendedoras. Com certeza a profissão mais antiga é a do vendedor. E desde que nascemos está em nossos genes a arte de negociar. Observem, mães negociam com os filhos desde que nascem, pois logo as crianças aprendem como barganhar o leite, o sono, a atenção da mamãe, então enga-se e muito, você que acredita que não é vendedor.

Ao longo da nossa existência tivemos que vender para sobreviver, seja um conceito, um valor, uma mercadoria ou um ponto de vista, não há como escapar.

Mas se é uma profissão tão antiga, porque quando perguntam a uma criança o que ela quer ser quando crescer nunca se ouve: “vendedor”? Este estigma sobre a atividade infelizmente se dá por alguns que confundem vender com enganar, mas este estilo de vendas vem diminuindo. Vender é uma ciência que vem evoluindo muito ao longo do tempo, hoje temos grandes especialistas em vendas, verdadeiros consultores a serviço de resolver dores de seus clientes, e distribuir conhecimento e soluções.

Vender envolve estudo e atualização diária, me mostre um vendedor que estudou como um médico, e eu lhe mostro um milionário. Sim, sem dúvidas é uma das mais lucrativa das atividades profissionais. Porém vender não é para qualquer um, é necessário ter couro grosso, dedicação, paixão, alta estima e muita, mais muita, resiliência.

Nós vendedores, somos a linha de frente das empresas, o motor que gera a tração necessária para o seu crescimento, pois não é possível empreender sem vendas. Temos a capacidade de enxergar o futuro e agir no presente, e para conquistar os resultados, sempre ver o copo meio cheio enquanto todos veem meio vazio.

Hoje é o dia do vendedor, a profissão mais antiga do mundo. Meus parabéns a estes profissionais que constroem nosso país e deixam nossas vidas mais repletas de realizações.

Abraços.